Armazenamento em nuvem: seus três tipos e quando usar cada um deles

//Armazenamento em nuvem: seus três tipos e quando usar cada um deles
  • armazenamento em nuvem

Não é mais novidade para ninguém que o armazenamento em nuvem é uma realidade tanto no mundo da tecnologia quanto no mundo dos negócios em geral. Recentemente, inclusive, explicamos aqui em nosso blog o que é e quais são as vantagens deste serviço. Portanto, agora que você já tem uma base, vamos nos aprofundar no assunto e descobrir quais são os três tipos de nuvem e qual é o mais adequado para seu perfil. Continue a leitura e descubra!

Armazenamento em nuvem pública

Nuvem pública

É o modelo mais popular dos serviços de nuvem. Os recursos e serviços para gestão do ambiente são disponibilizados através da internet pelo fornecedor, que fica responsável por desenvolver, gerenciar e manter essa rede funcionando entre os locatários. Geralmente, esse tipo de nuvem é oferecido nos moldes de “pague pelo que usar”, o que garante que as empresas possam usufruir de uma estrutura moderna e flexível por um preço muito competitivo.

Esse modelo é adequado para necessidades mais previsíveis, como serviços de comunicação para um número específico de pessoas, aplicativos e serviços para realizar operações de TI e negócios ou ambientes para testar e desenvolver softwares. Portanto, devido ao baixo investimento e à flexibilidade, a nuvem pública é ideal para quem quer focar nos negócios, já que o gerenciamento da estrutura fica sob os cuidados do fornecedor.

Armazenamento em nuvem privada

Nuvem privada

Como o nome indica, nesse tipo de nuvem os recursos são exclusivos para uma única empresa. Portanto, na maioria das vezes eles estão em um espaço próprio, dentro das organizações. Por meio de uma rede privada e segura, ocorre o isolamento e o fornecimento destes recursos, que não ficam ao alcance de outros clientes. No entanto, até por sua exclusividade, o preço deste serviço é mais alto do que os vistos na nuvem pública.

A nuvem privada é ideal para quem deseja o máximo de segurança possível. Então, seus ambientes exclusivos e seguros costumam atrair o interesse de organizações como indústrias regulamentadas, agências governamentais e empresas de grande porte, que geralmente acabam optando por este modelo de serviço.

Nuvem híbrida

Nuvem híbrida

Por último, existe a nuvem híbrida. Esse modelo é o que combina soluções públicas e privadas. Normalmente, há a combinação dos recursos como um ambiente integrado. A manutenção da infraestrutura fica a cargo de fornecedor internos e externos. Além disso, também implementam sistemas que permitem aos usuários compartilhar recursos e dados entre o data center privado do cliente e o da nuvem pública. Entretanto, alternar entre público e privado adiciona um grau de complexidade maior e há a carência de uma gestão ainda mais eficiente.

Este modelo é, então, muito confiável. Isso porque distribuir serviços em vários data centers, públicos e privados, resulta em um grau de confiabilidade muito alto. Para as empresas que atendem vários setores, que enfrentam diferentes requisitos de segurança e de desempenho de TI, essa pode ser a opção mais viável.

Qual modelo escolher?

Qual modelo devo escolher?

Depois de toda essa explicação, qual é, então, o melhor modelo de nuvem? A resposta é: depende!

Não há um modelo superior ao outro. Todos podem ser muito úteis, desde que os objetivos e necessidades estejam bem claros. Portanto, a melhor solução será aquela que se adapte ao tamanho e ao tipo da sua empresa.

Quer saber mais sobre como fazer essa escolha e aplicar a nuvem em seu negócio? Então nós podemos te ajudar nessa!

Aqui, na Tecnun, temos profissionais especialistas no assunto que te ajudarão a encontrar a melhor solução para o seu perfil!

Pare de perder tempo no passado e venha para o futuro! Entre em contato conosco!

 

2021-04-05T13:31:52-03:00Tags: |