As cinco leis da Cibersegurança

//As cinco leis da Cibersegurança
  • Cibersegurança

Hoje, em tempos onde grande parte das compras são feitas de maneira virtual, estamos acostumados a fornecer nossos dados a todo momento. Nome, CPF, data de nascimento, número do cartão, etc. Todas as informações são sigilosas e devem ser acessadas somente por quem possui autorização para isso. E, da mesma forma, empresas e grandes organizações também possuem dados e precisam ser guardados a sete chaves. E então, é para isso que surge a cibersegurança.

Uma pesquisa da PwC com mais de 3.200 executivos e profissionais de TI de 44 países, incluindo o Brasil, aponta que, para 57% das empresas, os investimentos em cibersegurança devem aumentar em 2021 em comparação ao ano passado. Portanto, o aumento neste tipo de investimento nos últimos anos reforça a importância de proteger informações tanto pessoais quanto corporativas.

No entanto, ainda existem aqueles que cedem seus dados cegamente, acreditando estarem em um ambiente seguro e confiável. E, assim, acabam sendo vítimas de golpes como clonagem de cartão ou uso indevido de informações pessoais. Sendo assim, pensando em te ajudar a proteger melhor os seus dados, a Tecnun reuniu as cinco leis da cibersegurança, de acordo com Nick Espinosa, um dos maiores experts em cibersegurança do mundo. Continue a leitura para conhecê-las!

Cibersegurança Lei nº 1: Se existe uma vulnerabilidade, ela será explorada

Lei nº 1: Se existe uma vulnerabilidade, ela será explorada

Quando o primeiro banco foi criado, houve pelo menos uma pessoa que pensou “Eu quero roubar isso”. Mais recentemente, quando descobriram o primeiro bug de computador, hackers – tanto bem quanto mal-intencionados – têm procurado maneiras de contornar as leis e estruturas que governam o sistema tecnológico. Existem por aí pessoas que tentam contornar tudo que está a seu alcance.

Pode ser desde uma vantagem básica como, por exemplo, a pessoa que, criminosamente, tentou cobrir a placa do carro para passar por um radar, ou até algo mais difícil, como infectar toda uma rede complexa de computadores para sabotar um programa de armas nucleares ilegais. Pode parecer irreal, mas isso realmente aconteceu em meados de 2020. Contornar tudo, tanto para fins bons quanto para fins maldosos, é algo onipresente hoje em dia.

Lei n° 2: De alguma forma, tudo é vulnerável

Lei n° 2: De alguma forma, tudo é vulnerável

Não podemos presumir que tudo seja 100% seguro, e nem que uma invasão esteja fora de questão. Temos visto uma série de violações em corporações que gastam milhões anualmente em estratégias de defesa cibernética, de grandes varejistas até gigantescas operadoras de planos de saúde. Essas empresas detêm milhões de registros e se enquadram em várias leis do governo para segurança de dados e, mesmo assim, ainda sofrem com vazamento de dados sigilosos. 

Por décadas, presumimos que nossos processadores eram seguros e inofensivos, que apenas faziam o trabalho que deveriam fazer. Porém, hoje sabemos que esses aparelhos carregam uma vulnerabilidade, então precisamos estar sempre em alerta para que nossos dados estejam em segurança.

Lei n° 3: Confiamos mesmo quando não deveríamos

Cibersegurança Lei n° 3: Confiamos mesmo quando não deveríamos

A confiança é vital em nossas vidas, não podemos ter uma sociedade sem ela. Em geral, temos expectativas positivas com relação à tecnologia e as pessoas que nos ajudam com ela. Por exemplo, esperamos que o interruptor acenda a luz quando o ligamos, assim como esperamos que um mecânico realmente conserte nosso carro e não nos engane. Porém, nós temos que começar a questionar mais a infraestrutura tecnológica e as pessoas on-line ao nosso redor.

Essa é a nossa maior vulnerabilidade em segurança cibernética. Por causa da confiança, as pessoas caem em golpes de dados ou acreditam que um antivírus gratuito para computador vai transformá-lo em uma fortaleza, mas não é bem assim. Para nos mantermos seguros na internet, precisamos ser mais questionadores.

Lei n° 4: Com a inovação, vem a oportunidade de exploração

Lei n° 4: Com a inovação, vem a oportunidade de exploração

O mundo está cheio de pessoas geniais. Por exemplo, Alexander Graham Bell inventou o telefone e isso tornou o mundo muito menor. Bill Gates criou um sistema operacional global de computadores que aproximou a humanidade em termos tecnológicos. No entanto, com tanta evolução em inovação e tecnologia, também vem o uso indevido. Vivemos na era da IoT (caso você ainda não saiba o que é, clique aqui para ler nosso conteúdo sobre o assunto) e, por isso, felizmente, a nossa vida tem ficado um pouco mais fácil.

A produção de novos aparelhos, exclusivos e inovadores é constante e nos ajudam em casa, a dirigir ou até melhorar a nossa saúde. No entanto, um dos maiores exemplos de uso indevido da inovação é a invasão da IoT. Em 2016, o vírus Mirai infectou milhões de dispositivos IoT em todo o mundo e deixou boa parte da internet inacessível com o ataque ao provedor Dyn nos Estados Unidos, criando dificuldades para o acesso a diversos sites. Este foi um dos maiores ataques de banda larga que a internet já viu. O mundo continua a desenvolver e criar tecnologias incríveis, mas não podemos nos esquecer dessa lei. 

Cibersegurança Lei n° 5: Quando estiver em dúvida, leia a lei nº 1

Lei n° 5: Quando estiver em dúvida, leia a lei nº 1

Se existe uma vulnerabilidade, ela será explorada. Não tem como fugir muito disso. Todos os problemas com segurança cibernética e tecnologia resultam de algum tipo de vulnerabilidade. Se nos esquecermos disso, não estaremos fazendo nada além de atrair problemas. Nossa capacidade de nos defender de maneira adequada vem do próprio entendimento da natureza humana que torna essas leis imutáveis. Quando nós começarmos a pensar como um hacker, então poderemos realmente impedi-los. 

Gostou desse conteúdo? Então experimente conhecer o blog da Tecnun!
Toda semana tem sempre um conteúdo esperando por você. Descubra as principais tendências do mundo da tecnologia, leia entrevistas com profissionais de muito gabarito na área e receba dicas bem valiosas para o dia a dia de seu trabalho!

Conheça as nossas redes sociais!

Visite e nos siga no Instagram
Conheça e curta nossa página no Facebook
Se conecte e nos siga no LinkedIn

 

2021-06-30T13:56:38-03:00