Scrum Master: o que é e qual a sua importância?

//Scrum Master: o que é e qual a sua importância?
  • Scrum Master

O Scrum é um conjunto de práticas baseadas na inteligência coletiva, que ajudam a atingir objetivos e criar valores. Essa metodologia é uma das mais modernas do mercado e já ajudou inúmeras empresas a transformarem a maneira como gerenciam seus projetos. Em um time que trabalha com o Scrum, existem três papéis bem definidos que são fundamentais para alcançar o objetivo de negócio: o Product Owner, o Scrum Master e o Time de Desenvolvimento.

Depois de falarmos sobre o papel do Product Owner nesse framework, agora chegou o momento de falar sobre a posição de Scrum Master. Quais são as suas funções, por que é tão importante, quais as habilidades necessárias e qual é o caminho a ser seguido para quem deseja ocupar essa posição.

Então, a Tecnun decidiu convidar Guilherme Henrique Miranda, profissional que já estudou e vivenciou o dia a dia de um Scrum Master, para compartilhar seus conhecimentos e suas experiências na área. Vamos conhecê-lo?

A trajetória de nosso convidado Scrum Master

A trajetória de nosso convidado

Conversamos com Guilherme Henrique Miranda, formado em Licenciatura em Matemática e sou bacharel em Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal do ABC. Começou sua carreira em 2007, como estagiário na Scania, empresa onde trabalha até hoje. Trabalhou, na maior parte do tempo, no desenvolvimento de sistemas, como programador e, depois, como analista funcional.

Então, em 2017, recebeu o convite para assumir o papel de Scrum Master em uma equipe. Apesar de, naquele momento, ser tudo muito novo, Guilherme conseguiu aprender muito sobre o Scrum e qual é o papel do Scrum Master no framework. Atuou nessa posição durante dois anos e meio, e teve a oportunidade de trabalhar tanto com equipes locais quanto em equipes com partes na Suécia, em projetos globais.

Atualmente, atua como Group Manager, liderando uma equipe. No entanto, embora não atue mais propriamente na posição, Guilherme conta que nunca deixou de ser um Scrum Master, dentro de suas possibilidades atuais. Afinal, é algo que ele gosta muito e tem conseguido, de alguma maneira, aplicar em seu cotidiano, mesmo atuando em um cargo de liderança.

Como definir a posição de um Scrum Master? O que ela significa dentro de um framework?

Como definir a posição de um Scrum Master? O que ela significa dentro de um framework?

Que o framework do Scrum é moderno e gera resultados para muitas empresas, todo mundo sabe. No entanto, para quem ainda não atua em um time que aplica essa metodologia, as posições de cada parte envolvida podem parecer um pouco abstratas. Então, o que pode definir a posição de Scrum? Guilherme Miranda comenta: “Para mim é um papel central”.

No Scrum, existem pessoas olhando para o produto em si, que são Product Owners, e também pessoas olhando para as entregas em si, que são os membros do time de desenvolvimento, que têm um papel muito importante no Scrum. Então, o Scrum Master está atua dentro desse framework como responsável pelo processo. E esse papel é chave, pois é necessário ter disciplina. Principalmente quando há um processo de transição, quando se está saindo de um modelo de desenvolvimento que não segue uma metodologia ágil para, então, entrar na agilidade.

Portanto, o Scrum Master ajuda a garantir que esses eventos estão acontecendo e que as coisas estão, realmente, fazendo a diferença e agregando valor. “Enquanto o Product Owner vê o valor do produto, o Scrum Master vê o valor do processo”, completa Guilherme.

E o que essa posição faz? Como é o cotidiano de trabalho?

E o que essa posição faz? Como é o cotidiano de trabalho?

Então, agora que já entendemos a posição do Scrum Master dentro de um time, vamos nos aprofundar com relação às funções que este profissional deve executar. Como é o dia a dia de trabalho nessa função? Guilherme Miranda explica que a principal função no dia a dia é de atuar como um facilitador, removendo impedimentos para o time. Isso pode gerar debate, pois existe a noção de que o time deve ser autossuficiente para resolver seus problemas. No entanto, o atual Group Manager comenta: “Sim, deveria. Mas o Scrum Master precisa estar ali para ajudar, caso seja necessário”.

Sobre o cotidiano, Guilherme conta que, em sua rotina, costumava estar sempre conversando com o time e entendendo as necessidades. Dentro de seu papel como Scrum Master, costumava bater papos individuais com as pessoas, mesmo que não fosse a liderança deles. Além disso, também ajudava o Product Owner com a questão do Product Backlog, organizando e fazendo os refinamentos. Embora não fosse sua atribuição principal, era também uma maneira de conhecer o produto. E conhecendo o produto, fica muito mais fácil conversar com o time durante o dia a dia e ajudar no entendimento.

Além de tudo isso, Guilherme também conta uma das funções mais importantes do Scrum Master, mas que muitos não costumam realizar. “Eu buscava levar conhecimento do Scrum para dentro da organização. Conseguimos motivar alguns treinamentos com alguns colegas de trabalho, fizemos adaptações de um jogo chamado ‘Scrum Card Game’ para poder levar para a área de negócios, além de criar um fórum de Scrum Masters, de diversos times, dentro de nosso departamento”. Ou seja, além de ajudar e tentar remover os impedimentos, também é muito importante levar adiante e fazer com que a empresa como um todo conheça mais sobre o Scrum.

Por que é importante ter um Scrum Master no framework?

Por que é importante ter um Scrum Master no framework?

A importância de ter um Scrum Master no framework é, principalmente, pela questão de ter alguém garantindo que os processos necessários estão sendo seguidos. “O papel do Scrum Master é não ser mais necessário para o time”, brinca Guilherme. Isso significa que o objetivo é tornar o time capaz de, de uma maneira muito orgânica, absorver os eventos que o Scrum traz e conseguir enxergar valor, para que não seja mais necessário pedir para que uma reunião aconteça, por exemplo.

No entanto, Guilherme Miranda reforça que essa afirmação não passa de uma brincadeira. “O Scrum Master nunca deixa de ser necessário. É uma pessoa que sempre vai estar olhando para o que o time está fazendo e buscando maneiras de tornar tudo melhor ainda. Impedimentos sempre surgem e, como facilitador, o Scrum Master deve estar ali para ajudar o time quando necessário. Ele vai ter sempre o seu lugar de destaque para poder ajudar toda a organização”, completa o Group Manager.

Quais são as principais habilidades de um bom Scrum Master?

Quais são as principais habilidades de um bom Scrum Master?

Já conhecemos as principais funções de um Scrum Master e qual a sua importância para o bom funcionamento de um framework de Scrum. Porém, quais devem ser as habilidades de um bom SM? Será que existem habilidades e características comportamentais importantes para ocupar essa posição? É o que nos conta Guilherme Miranda: “Com relação as principais habilidades, é realmente muito de soft-skills. É claro que conhecimento técnico é legal, se você tem, não deixa de usar. Mas, um Scrum Master precisa ter uma escuta bastante ativa”.

Além de saber escutar, o Scrum Master precisa ser uma pessoa organizada para ajudar o time nas suas demandas. Também precisa ser um líder servidor, deixando de se preocupar muito consigo mesmo e com os seus resultados para focar nos resultados e entregas do time. É importante ter habilidades de comunicação bem desenvolvidas, porque falar bastante com stakeholders faz parte do cotidiano. Embora não precise o tempo todo estar na linha de frente – já que muitas vezes o Product Owner vai brigar por alguns dos interesses com relação ao produto – o Scrum Master deve estar sempre junto, discutindo e conversando. Então, saber se comunicar é algo muito importante.

Como se tornar um SM? Qual é o caminho para chegar lá?

Como se tornar um Scrum Master? Qual é o caminho para chegar lá?

Depois de tanta informação, talvez você possa ter se interessado e também queira se tornar um Scrum Master, não? Então, qual caminho deve ser trilhado para chegar até essa posição? Bom, não é de hoje que a gestão de projetos é um grande desafio para as organizações. O mundo dinâmico e ágil que vivemos, requer flexibilidade, comunicação e produtividade. O Scrum atende estes requisitos, o que o torna um excelente opção para gestão de seus projetos em suas organizações.

Nós, da Tecnun, podemos te ajudar a chegar lá! Possuímos um treinamento que te faz vivenciar o Scrum através de exemplos reais e dinâmicas para agilizar o aprendizado e, consequentemente, sua aplicação no mundo real. Caso queira saber mais sobre este treinamento, você pode clicar aqui ou entrar em contato pelo e-mail cris.prado@tecnun.com.br para mais informações.

Já Guilherme Miranda, através de suas experiências na Scania, também dá algumas dicas. “Em primeiro lugar, leia sobre o assunto. Não que você deva ser um ‘Scrum Master by the Book’ como se diz, e seguir à risca aquilo que está documentado. Porém, é vital conhecer o framework, e isso te ajuda a entender o porquê de o time precisar de uma pessoa nessa posição”.

Guilherme também recomenda participar de grupos de Scrum. Existem muitas comunidades ágeis bastante receptivas, que se reúnem para fazer eventos, promover discussões, trocar ideias e, para quem ainda não entrou na área, também existem anúncios de vagas para a posição. Além disso, para quem quer começar a implementar o Scrum em sua empresa, ele afirma: “Comece pequeno, fazendo um pouquinho de cada vez. Foi mais ou menos como começou em minha experiência atual, em uma empresa grande, bastante tradicional, conseguimos, aos poucos, pegar um dos times de desenvolvimento e colocar algumas das técnicas. Nem dizíamos que o Scrum estava, naquele momento, sendo aplicado. Mas, aos pouquinhos, fomos conseguindo mostrar valor e o Scrum começou a ser visto como uma ferramenta que, realmente, agregaria”.

 

2021-07-08T09:46:19-03:00